Páginas

10/05/2011

Virgindade

Nesse post vamos falar sobre a virgindade, a palavra “virgem” designa algo inexplorado, ou que não foi usado. Se aplica em diversos ramos.
A virgindade é o nosso tema a ser tratado de hoje. Porque muitos jovens (e diga-se alguns até com mais de 18 anos), com tanta informação de todos os lados possíveis, ainda têm muitas dúvidas sobre esse assunto? Aqui falaremos sobre “virgindade no sentido físico” (fazer sexo), mas devo acrescentar algo sobre “virgindade moral”. Ainda mora na mente dos homens e até dos mais jovens, que se a menina não é virgem, não presta, não tem moral. E se a menina disser que é virgem e não sangrar na hora, ela não é virgem.
Virgindade nos dias de hoje é, além do físico, um estado de espírito. Não é de hoje que muitas mulheres fazem uso do sexo anal ou oral, para não romper o Hímen. E “aí” eu pergunto: essa mulher, por ser virgem de vagina, mas não de outras práticas sexuais, é mais pura do que quem faz sexo vaginal?
Pensem aí...
Mas hoje, vamos falar sobre o tabu “virgindade” e como acontece o rompimento do hímen, que em muitas casos, nem rompe, ou só rompe por vias cirúrgicas, ou então a vezes rompe com outros de outras maneiras “não-sexuais”.
O hímen existe para proteger a menina, desde o nascimento até antes da primeira menstruação, do alvo de bactérias ou outros problemas que possam ocasionar alguma inflamação quando a mulher é criança. Essa membrana espessa é impermeável e muito resistente, com um pequeno orifício para passagem de secreções. Quando a menina entra na puberdade, essa membrana se torna muito fina, pois já cumpriu o seu papel e seu corpo já adquiriu anticorpos necessários para qualquer inflamação. O hímen, então, perde o papel e vira apenas um lacre a ser rompido numa futura relação sexual.
Mas ele pode ser rompido por vários outros meios, em um tombo, seja fazendo ginástica, esportes mais brutos, ou simplesmente ser elástico, o famoso hímen complacente que, numa relação que a mulher estiver bem lubrificada e o pênis não oferecer uma resistência muito grande, a membrana se estica o suficiente para a penetração, voltando ao seu estado natural logo após. Mas se esse mesmo hímen complacente for pego numa relação mais afoita, sem lubrificação necessária ou com um pênis mais grosso, ele poderá se romper. Ou seja, a mulher pode ter relações anteriores e só romper o hímen bem depois (ou nunca romper).
Mas existem casos de que a menina já nasce com o hímen rompido (são casos muito raro), minha indicação para essas meninas é que procurem o ginecologista, pois ele poderá ajudar você e saber lhe orientar melhor.
Existem alguns hímens que estão totalmente fechados, que apenas em uma visita ao ginecologista ou ao pediatra, ele verifica a necessidade de se fazer um pequeno corte, para que possa inclusive, a menina ter sua primeira menstruação.
Quanto ao sangramento, ele se dá pelo rompimento dessa membrana, em resumo, ela é rasgada mesmo, dilacerada. Mas já é tão fina e pouco vascularizada, que o sangramento se torna no máximo, uma pequena macha de sangue. Aquilo de lençóis ensangüentados em filmes, não existe. Só se o parceiro dessa mulher for bruto e a machucar muito, mas mesmo assim, não sangra tanto. Agora, o hímen pode ser mais grosso que o normal para a idade da mulher (digo sempre mulher, depois da menstruação), aí, pode ser necessária a visita ao ginecologista, como citei acima.


Em resumo, pode ser um fiozinho de sangue ou uma mancha na calcinha, na hora ou horas depois, ou pode nunca sangrar.
E quanto à dor, tudo depende do parceiro e de como é a primeira relação. Normalmente, se for feita com a mulher bem lubrificada, naturalmente ou com ajuda de lubrificantes íntimos e o parceiro for com calma, sem pressa e sem ser bruto, muitas vezes só sente-se um incomodo. Dor, só se for feito na pressa, com tensão e sem vontade, ou seja, sem excitação. Aí, realmente, é muito ruim para a mulher e com certeza irá doer. (Mas lembre-se a dor é suportável e não existe necessidade de ficar preocupada com isso, basta você conversar bastante com seu parceiro).
Mas agora, vamos à virgindade moral. Aos homens, não espere que uma mulher não sinta o mesmo desejo que um homem. Apesar das regras morais impostas para a preservação da mulher e para que ela não fique grávida sem ter assistência familiar e moral, quando ela menstrua vem uma carga hormonal que a torna mulher bem antes que o homem, ou seja, vontade ela têm de fazer sexo, mas se segura por essas regras. Nos dias de hoje, com o advento da pílula e de outros contraceptivos, a virgindade não é tão obstinada por muitos homens. E as moças que forem seguras e quiserem ser sexualmente ativas, devem sim se precaver desde cedo.
A virgindade era incentivada para que a moça não ficasse grávida cedo demais. Mesmo nos dias de hoje, com informação a disposição de todas, as moças ficam com medo e com receio de perder a virgindade seja por valores religiosos, morais e pessoais. Mas como foi dito acima, a virgindade era usada como meio de “prevenção” da gravidez, mas isso vai da opinião de cada um.
Então fica a dica, se você pretende “se guardar”, encontre motivos que reforce isso sempre, por que querendo ou não estão deixando de aproveitar algo que é simples, gostoso e que fará com que você se sinta melhor.
“Não se preocupem tanto com o hímen e nem com gravidez, se preocupem em se prevenir”  - @farias
Vi aqui.
Com edição e revisão final de @soares e @ farias.

17 comentários:

  1. Muito legal!!!! é bom sim o conteúdo mas tem gente que precisa de coisas mais especificas como "se introduzir o dedo na vagina perde a virgindade?" ou "como é o hímen?ele tem cor?" sei lá esse tipo de coisa eu sugiro que sejam colocadas essas questões porque são muito interessantes.Mas tirando isso está tudo de parabéns

    ResponderExcluir
  2. @AnônimoMuito Obrigado!, pode deixar que futuramente teremos uma postagem para responder suas duvidas. sobre o assunto de "como é o hímen?" é complicado falar sobre cor, textura, por que é estranho falar algo do tipo, pois algumas pessoas podem acabar rejeitando essa informação, espero que entenda e garanto que me esforçarei para expor as respostas certas

    ResponderExcluir
  3. ola,gostaria de saber se se pode perder a virgindade colocando o dedo na vagina,pois minha filha de 12 anos diz ter feito isso por curiosidade e depois ficou preocupada.Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade o que pode ter acontecido é que ela pode ter rompido o hímen ao colocar o dedo, o hímen é um ligamento que em algumas mulheres é muito frágil, mas isso não é o fim do mundo... infelizmente não sou o profissional mais indicado para responder adequadamente sua duvida. procure um ginecologista.

      Excluir
  4. Me ajudou muito. Obg!

    ResponderExcluir
  5. Bom..tenho 13 anos,e to namorando a quase 7 meses já...eu quero perder a virgindade mas tenho mt medo da dor...e dos meus pais...pq até mesmo se eles descobrirem eles poderiam me tirar da escola q ele tbm estuda...oq fazer??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que 13 anos seja cedo demais para se inciar nessa vida. sugiro você a procurar um ginecologista, surgiro conversar com seus pais(não falando do cara, mas pra vc enteder realmente o que está prestes a fazer), eles saberiam explicar os riscos e as possiveis problemas, mas não se assuste, vc ainda é nova, tem muita coisa a aproveitar antes mesmo de se desfrutar nessa vida. #ficaadica"

      Excluir
    2. esse é o meu caso tambem, tenho muito medo da dor,e dos meus pais, enho 13 anos tambem., meus pais sao muitos fechados e partem para a ignorancia, pelo tal fato tenho receio de conversar com eles

      Excluir
    3. não necessariamente tem que ser feita esta conversa com seus pais(mas eles são os mais indicados), mas também você pode procurar uma tia, algum adulto e de preferencia que seja próximo a você. o importante é buscar informação, 13 anos é cedo, tem muito mais coisa a se aproveitar antes de ser feito isso.. acredite!!

      Excluir
  6. Oi eu tenho 15 Anos to namoando a 2 anos com meu namorado que tem 21, Nos dois somos virgens, ja fizemos algumas coisa como masturbar um ao outro, trocamos caricias, quase perdemos a virgindade juntos, so que sempre paramos poq eu tenho medo, e começa a doer .
    Oq acha disso ??
    PS: adorei a postagem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No começo realmente é algo doloroso para a mulher, mas acredite, essa será sua "pior" vez, depois da primeiras todas as outras serão mais prazerosas, o que lhe indico a fazer é procurar gel lubrificante que de uma leve sensação de "dormência". e vc tem que se assegurar de que está bastante excitada, começe com uma masturbação e quando você perceber que está "pronta"(bem lubrificada e excitada). ai tentem, mas vão com cuidado, a dor varia de mulher pra mulher, qualquer coisa procure um ginecologista.

      Excluir
    2. Oi tenho 15 anos e meu namorado tem 17u so que eu tenho muito medo do sangramento, dá dor em fim mais queria uma ajuda oque fasso meus pais aceito mais que querem que eu teje preparada mais enfim eu estou na hora fiko tranquilha exitada enfim mais ja tentei duas vezes e ele nao me machucava ele ia devagar me tratava com um mo carinho mais e eu que tenho tanto medo oque faço? Bjuuux michelle

      Excluir
  7. amei as postagens continuem postado bjjs

    ResponderExcluir
  8. muiito boom adoreei ,,continuuem posttandoo vuuh' bjhus'

    ResponderExcluir
  9. Olá gostei muito da matéria, tenho 30 anos e acreditem ainda sou virgem, tenho esse tal medo da dor, gostaria de saber se produtos encontrados nos sexy shop podem ajudar?

    ResponderExcluir
  10. Sim, os produtos como lubrificantes podem ajudar bastante, mas como a variedade é enorme, o importante é testar e descobrir o que melhor lhe agrada.

    ResponderExcluir

Não deixe de comentar...
(Não será aceito comentários que contenham preconceito, link's, ou qualquer mensagem que não esteja relacionada com o assunto abordado).
Agradeço a compreensão.

Espalhem a noticia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...